LORNA SHORE, o metal feroz e energético

O novo álbum de LORNA SHORE, “Immortal”, é nada menos que um choque de ambições sinfónicas enegrecidas e intenções épicas.

É um marco para a LORNA SHORE, que construiu uma reputação considerável em tour pelo mundo ao lado de artistas como The Black Dahlia Murder, Carnifex e Chelsea Grin.

Formada em 2010 em New Jersey, LORNA SHORE superou rapidamente as expectativas de “banda local” com o PE “Bone Kingdom” de 2012 e com o “Malificium” de 2013.

A cada lançamento, LORNA SHORE continua a provar ser uma força cada vez mais formidável e uma proposta ao vivo feroz. O segundo LP de 2017, “Flesh Coffin”, mostrou uma banda que havia ultrapassado meros adereços de “deathcore” e evoluiu para uma banda de metal moderna, tão intransigente e realizada quanto qualquer um de seus contemporâneos ou influências.

“Nós nos tornamos a banda que queríamos ser, e não apenas o produto de nossas primeiras influências”, diz o guitarrista Adam De Micco.

“’Immortal’ é o capítulo mais recente dessa história de nós como banda, como jogadores e como pessoas.” Armada com o novo vocalista CJ McCreery (ex-Signs of the Swarm), LORNA SHORE fez um disco que se destaca dos seus trabalhos anteriores.

Os primeiros indícios disso vieram com o lançamento das faixas do álbum, “This Is Hell” e “Darkest Spawn”, salvos mortais gêmeos lançados das primeiras sessões do álbum de LORNA SHORE com o produtor Josh Schroeder (Battlecross, King 810, For Today) na Random Estúdios em Midland, MI.

Line-Up:

Adam DeMicco – Guitarra

Austin Archey – Bateria

CJ McCreery – Voz

Andrew O’Connor – Guitarra