CORROSION OF CONFORMITY, o Albatroz ainda voa bem alto…

Pepper Keenan e companhia regressaram a terras lusas depois de uma longa ausência de concertos no nosso país.
A última vez que tinham tocado por cá foi em 1996 como banda de abertura do concerto de Metallica, no Estádio do Restelo.

Aqui o vosso fotógrafo armado em escriba teve a sorte de presenciar esse mítico concerto.
Passados 23 anos os Corrosion of Conformity estão de volta e desta vez ao Porto. Perante uma cidade meio adormecida visto que o dia era o 24 de Junho, feriado da Cidade e dia de S.João e imaginando que a noite anterior terá sido de farra até altas horas, em torno do Hard Club já existia movimentações de quem esperava um grande concerto dos CoC.

Perante uma sala já bem composta, os Mr. Mojo aqueciam os presentes com uma boa dose de Stoner Rock.
Riffs pesados e orelhudos, groove QB e vocais poderosos a fazer lembrar em certas alturas o saudoso Lemmy. Foi a fórmula com que os Bracarenses atacaram o público antes da chegada dos CoC.

E eis que chega o esperado momento, Pepper Keenan e companhia em palco e recebidos de braços abertos para uma lição de como fazer bom Rock.
Atacaram logo com Seven Days, Broken Man e Senõr Limpio, músicas do já clássico álbum “Deliverance”, a comemorar 25 anos presentemente.
Banda muito bem disposta e contentes por tocarem em Portugal, Woody Weatherman sorria constantemente e Pepper Keenan a afirmar que era fã de Super Bock.
Já Mike Dean debitava groove do seu baixo que era qualquer coisa de extraordinário seguindo-se temas como WiseBlood, Heaven´s Not Overflowng, Who´s Got The Fire, My Grain, StoneBreaker, Paranoid Opioid, 13 Angels. Tocaram o clássico Vote With a Bullet do álbum “Blind” e do mais recente disco o tema “Wolf Named Crow”.

O tema Albatross é mais que obrigatório num concerto de CoC e no Hard Club não foi excepção, sendo recebido com grande euforia.
E para terminar a noite em grande Clean My Wounds.

São grandes os Corrosion of Conformity, não demorem tanto tempo a regressar!

Reportagem Fotográfica de Hélder Casimiro