PAUL GILBERT deu mais encanto à noite de Coimbra

Foi na passada sexta-feira, dia 12 de Abril, que um dos mestres da guitarra eléctrica da actualidade, Paul Gilbert, deu uma “masterclass” que encantou as centenas de guitarristas presentes.

Esta “aula de guitarra” tão especial foi realizada por um projeto da responsabilidade de Marco Matos, designado por Virtuosos da Guitarra.

Marco Matos iniciou algo que vem colmatar uma lacuna na motivação e desenvolvimento dos guitarristas nacionais. Apesar de em Portugal termos excelentes executantes, e que muitos deles vivem ao nosso lado, e com os quais lidamos diariamente, achamos que faltava termos contacto com quem tem criado novos movimentos e sonoridades, naquele que hoje é considerado um instrumento que atrai milhões de pessoas por todo o mundo, a Guitarra.

Mas quem é o Paul Gilbert?

Paul Brandon Gilbert nasceu em Illinois, EUA. Aos cinco anos ganhou uma guitarra e um amplificador de brinquedo de presente de seus pais. Pouco tempo depois começou a ouvir grandes bandas de heavy metal clássico e hard rock como Led Zeppelin, Aerosmith, Kiss, Heart e Black Sabbath.

Mais tarde, dois grandes concertos tiveram um forte impacto na sua decisão de ser músico: Van Halen e Ozzy Osbourne (com Randy Rhoads).

Aos 17 anos, Paul Gilbert enviou uma fita demo ao presidente da Shrapnel Records (companhia especializada em álbuns instrumentais), Mike Varney. Mike adorou o trabalho de Paul Gilbert e, embora houvesse a intenção por parte da empresa em contratar o jovem guitarrista, por algum motivo o contrato não aconteceu.

Em 1984, após terminar os seus estudos, Paul mudou-se para Los Angeles para estudar no GIT. Um ano depois tornou-se professor da escola (atualmente leciona também no MI Japan). Nessa mesma época formou os Electric Fence com outros dois amigos, tocando apenas covers.

Em 1986 formou os Racer X com alguns amigos onde ficou até 1988. Em 1989 formou o Mr. Big e tocou com eles até 1996 (embora a sua saída oficial da banda tenha sido anunciada apenas em 1999).

Em 1997, gravou seu primeiro álbum solo “King of Clubs”. Em Outubro de 1999 Paul Gilbert e os seus companheiros anunciam o regresso dos Racer X e de lá para cá Paul vem gravando novos trabalhos da sua carreira solo, além de novos álbuns com os Racer X.

Corriam boatos que Paul Gilbert seria Buckethead, facto desmentido por ele mesmo.

Gilbert foi eleito pela revista Guitar One como um dos guitarristas mais rápidos e técnicos de todos os tempos.

O que assistimos nesta Masterclass?

Chegamos ao auditório da Casa do Juiz em Coimbra, por volta das 20h30m. Muitos eram os que esperavam com as suas guitarras às costas, afim de conseguirem obter um autografo directamente no seu instrumento predilecto. Sentia-se uma certa ansiedade e curiosidade no ar, sendo que a grande maioria do público presente, eram guitarristas.

Falamos com alguns deles, e todos respondiam de mesma forma, afirmando que “é um sonho assistir a uma masterclass deste grande guitarrista, que só estamos habituados a ver nas redes sociais como o Youtube”.

“Tenho a certeza que vou sair daqui, e nunca mais vou pegar na guitarra, por ir ganhar a consciência de que sei tão pouco…” esta era também uma afirmação que ouvimos de alguns dos presentes.

Notámos que o evento estava bem organizado, numa sala com uma boa acústica, e com um palco bem organizado e bem iluminado, para que todos os presentes não perdessem um único pormenor, daquilo que o Paul Gilbert ia mostrar.

E por volta das 21h30m, Paul Gilbert entra na sala, e recebe a primeira salva de palmas do público presente… e assim começou a masterclass de um verdadeiro mestre da Guitarra.

Não vamos classificar a “aula” dada pelo Paul, pois não estávamos ali para aprender, mas sim para ouvir atentamente o som que este “grande” tirava da sua guitarra.

O Paul mostrou que é extremamente simpático, e um bom comunicador. Interagiu várias vezes com o público, onde realçamos o seu sentido de humor. Quando Paul falava, os olhos dos guitarristas presentes nem pestanejavam.

Notava-se alegria e satisfação em todos os presentes, e no final estavam satisfeitos por terem estado presentes numa sessão onde a guitarra eléctrica foi tocada com mestria.

O músico passeou os seus dedos pela sua famosa guitarra IBANEZ, acompanhado por dois excelentes músicos portugueses: no Baixo estava Miguel Falcão (professor na Scherzo – Academia de Música e Artes), e na bateria estava Sérgio Marques (director e professor da Drum Academy – Aveiro).

Ambos os músicos portugueses mostraram o porquê de estarem no mesmo palco de um dos mestres mundiais da guitarra eléctrica, onde a qualidade dos mesmos arrancou muitas vezes um sorriso na face do Paul. Com músicos portugueses destes, só podemos congratular-nos pela qualidade do nosso ensino de música, e acreditarmos que mais talentos surgirão, da responsabilidade do Miguel e do Sérgio.

De forma resumida, a GuitarScream quer deixar os parabéns a todos os que estão envolvidos na organização deste evento. São estes projetos que assumem uma importância vital na formação dos nossos músicos.

Deixamos aqui um vídeo, de um guitarrista nacional de qualidade, Filipe Ferreira (Guitarrista da banda WEB) , executando um riff de Paul Gilbert… é para isto que serve estes eventos!

Filipe Ferreira (músico da banda WEB)

Aguardamos com extrema curiosidade quem é o senhor que se segue…

Foto de Rui Costa (VIEWPOINT STUDIO)

Link importante a consultar no futuro:

VIRTUOSOS DA GUITARRA