HEXVESSEL o som de uma alma perturbada |”ALL TREE”|

Banda: Hexvessel

Nome do Álbum: “All Tree”

Ano: 2019

Os Hexvessel vêm construindo uma sólida carreira musical ao longo de seus 10 anos de formação. Originários da Finlândia lançaram recentemente o seu quinto álbum chamado “All Tree”.

O álbum traz-nos a uma atmosfera sombria, com canções que nos transportam a antigas florestas cobertas de musgo e o desejo de tempos mais simples.

Enquanto a música dos Hexvessel é charmosa na superfície, por baixo das guitarras acústicas suaves e da voz doce de Mat McNerney, podemos respirar mitologia e lendas antigas.

“All Tree” está enraizado no folk e as suas inspirações trazem à tona letras que falam de contos antigos, histórias de infância com qualidade e algo psicodelica.

O tema de abertura “ Blessing” é um coro, uma versão traduzida de uma oração tradicional finlandesa do século XVI, uma narrativa de um pedido de perdão a um espírito de um urso que foi caçado e morto.

“Sons of the Sky” tem um ritmo suave e vocais harmonizados e atraentes, um dedilhado de guitarra altamente inventivo.

Vibrações antigas é o que os Hexvessel pregam-nos, com uma sensação de músicas sobrenaturais. O assombroso e lindo tom de “Old Tree” é um ótimo exemplo disso, alguns excelentes usos de violino dão destaque a essa faixa.

A palavra quase falada em “Changeling”, o som dos pássaros e ar primaveril de “Sylvan Sign” e uma sugestiva dança folclórica de “Wilderness Spirit”, é tudo o que precisamos para nos transportamos a momentos suaves e de contemplação.

Em “Birthmark” já temos uma sensação de alguns elementos mais psicodélicos, por causa do uso das suas guitarras, mas permanecem fortemente enraizados na sugestão apresentada pelo álbum.

“Liminal Night” tem um pouco mais de elementos escuros, uma sonoridade diferente, tornando a faixa um pouco mais pesada, enquanto “Closing Circles” é quase que uma canção de ninar, dócil e serena.

É um trabalho talentoso, mostrando muita imaginação por parte da banda. A voz de McNerney é clara e forte e dá poder às palavras, instrumentação simples e linda, músicas muito bem processadas, fazem de “All Tree” um álbum muito agradável de ser escutado e musicalmente contemplado.