CORRODED com novo álbum – “BITTER”

Banda:  CORRODED

Nome do álbum: “Bitter”

Ano: 2019

Os Corroded são um quarteto sueco formado em 2004, com uma proposta musical de Hard Rock, que por vezes tem uma postura mais pesada, por outras, parece ser um pouco mais comercial. Eles  ganharam visibilidade em 2009, quando a música “Time and  Again” foi tema da série “Survivor” na Channel 4 da TV britânica.

A carreira dos Corroded possui alguns Ep’s, Singles e 5 álbuns de estúdio. O álbum a ser analisado é o mais recente, lançado em janeiro de 2019 com o título Bitter, pela Despotz Records.

Bitter é um álbum de Hard Rock que tem características de Metal Melódico, ao mesmo tempo que de um Metal mais pesado. O que chama a atenção neste trabalho, são os riff’s ritmados e pesados, que formam a espinha dorsal de cada música.

O Baixo e as guitarras, junto a uma batida forte de bateria, certamente farão a alegria de muitos Headbangers. Os vocais de Jens Westin, entretanto  são limpos e por vezes  agressivos;  e são o destaque do álbum.

Há algumas faixas de  Bitter que são realmente cativantes. Os riff’s de Breathing por exemplo, são puro peso e energia, com vocais contagiosos nitidamente enraizados no Heavy Metal.  Cyanide, é outra faixa que chama a atenção, com um começo lento, que a seguir explode em metal. Tem uma bateria explosiva e guitarras absurdamente ritmadas. A faixa Time, é outro exemplo de acordes brutais e riff’s bem compostos no álbum.

A seguir,  temos a faixa Drown com uma introdução valiosa, um refrão sólido e encerra com um dos melhores solos do álbum. Em relação aos solos de guitarra, o álbum Bitter nos oferece  algumas jóias, como Burn; um lindo tom melódico seguido de um vocal expressivo.

Scream é diferente ao nos trazer  uma composição instrumental  mais “rasgada” logo na introdução, seguido de uma batida de bateria daquelas que ouviríamos o dia todo. Destruction possui uma boa melodia e ritmo, com uma ótima linha vocal.

Portanto, é possivel afirmar que o álbum Bitter  é completo,  com algumas faixas de rock absoluto, riff’s brilhantes por todos os  lados, ótimos vocais e batidas impactantes de bateria. Um álbum muito bem produzido.

Bitter revela-se como uma ótima surpresa e facilmente entra na lista de um dos álbuns mais agradáveis de Hard Rock, que pude ouvir nos últimos tempos.

Por: Sascha Haverstreng