The PICTUREBOOKS … aconselhável apenas a quem gosta de boa música!

A banda alemã THE PICTUREBOOKS, depois de percorrer incansavelmente os seus últimos dois álbuns em todo o mundo com mais de 350 concertos nos últimos três anos, ganharam autoconfiança e atingiram a maturidade do seu som, levando-os a lançar este mês o seu novíssimo trabalho.

O objetivo era adicionar uma nova vida à sua música, mantendo-se fiel à estética sonora dos THE PICTUREBOOKS. 

Eles não apenas usaram novas inspirações para trabalhar mais na produção de “The Hands of Time”, mas também foram incentivados a experimentar no seu som genuíno, novos instrumentos como piano ou sinos tubulares. 

Eles até criaram artesanalmente alguns dos seus próprios instrumentos de percussão, que eles vão levar para a estrada e com eles para apimentar ainda mais os seus concertos energéticos ao vivo. 

Pela primeira vez na história da banda, eles têm um vocalista convidado numa das suas músicas: podem ouvir Chrissie Hynde dos The Pretenders na faixa “You Can’t Let Go”. 

Depois de produzir o álbum juntos com Claus Grabke no seu próprio estúdio, ele foi masterizado por Brian Lucey no Magic Garden Mastering, que já refinou o som de álbuns de nomes como Biffy Clyro, Marilyn Manson, The Black Keys, Ghost ou Royal Blood.
“The Hands of Time” é sobre aceitar e celebrar nada além da verdade, os altos e baixos da vida, as lágrimas e risos e a profunda amizade entre os dois membros da banda Fynn Grabke (vocal, guitarra) e Philipp Mirtschink (bateria).

Esta banda dará na próxima semana, uma entrevista exclusiva para Portugal à GuitarScream.