MANGUALDE HARD METAL FEST … “o pessoal do metal é do melhor carago!… “

A convite da Guitarscream, Ana Costa do Porto, amiga pessoal desta casa, “metaleira dos 7 costados” e fotografa de eventos, resolveu aceitar o nosso convite para nos descrever como tinha sido a sua aventura no festival de metal mais antigo de Portugal.

Crónica de Ana Costa

“Quando cheguei à camioneta da excursão que nos esperava para o Hard Metal Fest em Mangualde, já podia sentir o clima de alegria e diversão entre metalheads. Amigos e amantes do metal ali se reencontravam para mais uma caminhada em direção ao mais antigo (25 anos seguidos) festival de metal do país.  Alguns frequentadores de à muitos anos, quiçá desde o início do evento, cantam e convivem a caminho do evento ao som do metal e do tilintar de garrafas de Super Bock.

Quando finalmente chegamos ao local, após duas paragens para abastecer o stock de minis e despejar algumas bexigas mais apertadas, deparo-me já com grande movimento entre fãs e pessoal do staff. O porco começa a rodar e os primeiros acordes já se começam a ouvir.

O pessoal junta-se num tradicional piquenique nas mesinhas para o efeito logo à entrada da associação que acolhe o evento.  Panados, rissóis, sandes e batatas fritas fazem parte do menu, e claro que não podia faltar as minis e um bom vinho tinto para aquecer a noite que prometia ser bem fria mas bem animada.

Observo à minha volta e vejo uma diversidade grande de pessoas que apreciam este tipo de música e convívio. Desde famílias, jovens, crianças e pessoas mais vivida, que juntos ali “experienciam” e se divertem como verdadeiros metalheads.

A “noite” começou ainda era dia e prolongou-se pela noite dentro. Os Basalto abriram esta edição do Mangualde (como os amantes do metal apelidam este evento) e deixaram aos espetadores um bom gostinho do que esta noite prometia. Ótima banda para um aquecimento de uma noite bem animada e memorável. Seguiram-se as bandas Affaire; Dark Oath; Balmog; Ironsword; Night in Gales; Chris Holmes; Steve G Reaper; Gama Bomb; Agressor e para os mais resistentes a noite terminou em grande com os Analepsy.

Não vou mencionar o que achei de cada uma das bandas, não sou especialista na matéria mas só uma espetadora e apreciadora de metal que gosta de tirar umas chapas.

O meu principal objetivo neste trabalho era dar destaque aos fãs, que são a verdadeira essência e razão para que eventos como este tenham sucesso e edições há tantos anos seguidos. E depois de ver o público ao rubro, a saltarem do palco, a interagirem com os artistas, no moche mas com um sorriso na cara e sempre com respeito uns pelos outros posso dizer que o pessoal do metal é do melhor carago… “

MANGUALDE HARD METAL FEST por Ana Costa (Galeria de fotos)