REEF, Groove e Rock conjugados na mesma banda |Reportagem|

A banda REEF, oriunda da terra do segundo maior festival do mundo de música a céu aberto (Glastonbury Festival of Contemporary Performing Arts), no Reino Unido. Esta banda é constituída por Gary Stringer como vocalista, Kenwyn House na guitarra, Jack Bessant no baixo, e Dominic Greensmith na bateria.

Formada em 1993, e com inúmeros álbuns já lançados, o seu último trabalho designado por “Revelation” foi lançado em Maio deste ano. E foi este álbum que deu origem a uma tour de inverno, pela Europa fora, com a banda já aqui apresentada na GS, os Broken Witt Rebels.

O nosso fotojornalista Helder Martins esteve presente na sala Strom em Munique, a 14 de Outubro, para assistir a este concerto.

Ao iniciar o concerto, notámos que a banda tinha um som perfeito. Parecia estarmos a ouvir um Cd, onde a masterização é estudada ao pormenor. Com sala cheia, e com um público “quarentão”, fã de um bom concerto de Rock, a banda apresentou-se em palco de forma simpática, humilde, e com vontade de partilhar o melhor que sabem fazer. Apresentaram um Rock com muito groove, musculado, e com uma atitude “rockeira” que fazia lembrar os anos 90. Gary Stringer, com a sua simplicidade, durante o concerto misturou-se com o público, onde andou a passear, dançar e a confraternizar com todos os que se cruzavam com ele.

Classificamos este concerto como uma belíssima noite de domingo, a ouvir uma excelente banda de Rock, superiormente executado por músicos que cresceram e vivem no Rock.