SAINT HELENA FESTIVAL 2018 (Munique – Alemanha) – CONVERGE promete trazer a Vagos um excelente concerto

Crónica de Helder Martins (continuação)

A banda KRINGA, oriunda da Austria, entra na sala Kranhalle à hora prevista.

Formados em 2009, os Austríacos KRINGA deram um bom concerto para os apreciadores de um estilo tão extremo como é o blackmetal. O público mostrou bastante entusiasmo e receptividade à banda vinda do pais vizinho, que mostrou uma óptima presença em palco. Foi sem dúvida uma atuação com muita personalidade e interacção com o público presente

A banda americana CONVERGE entre em palco às 21h45m, na sala Hansa39… Fazia-se, pela primeira vez, fila para entrar numa das salas. A ânsia de ver a banda mais apelativa do cartaz era grande e fazia os fãs aguardar à porta da sala, na esperança de conseguir um lugar, na linha da frente.

Cumprindo uma vez mais os horários, à hora planeada, a banda americana CONVERGE, entra em palco e desde logo mostrou que estava ali para descarregar toda a sua energia e poder. Os CONVERGE são já uma banda veterana e de culto, na “cena” punk/hardcore, e a sua carreira tem aproximadamente 25 anos de existência, contando com 9 discos de longa duração.
Quando assim é, pouco há para provar, mas mesmo assim o seu ultimo disco “all we ,love we leave behing”mostrou toda a genialidade da banda, constando em vários tops como um dos melhores discos de 2017.
Em palco a banda simplesmente é fantástica e desde o inicio ao fim a energia de Jacob e companheiros é contagiante, mostrando estarem numa forma física excelente.

 

O concerto passou rápido, o tempo voou, tal a intensidade a que fomos expostos, mas deu para tocar os novos temas ao vivo, assim como alguns temas mais antigos.
O público esteve à altura da banda, mostrando conhecer bem as músicas, onde tiveram direito ao merecido brinde de um “encore”.
Brevemente a banda irá actuar no prestigiado festival VAGOS METAL FEST , e certamente que irão dar um excelente concerto, por isso, fiquem atento e não percam os CONVERGE.
Para terminar este festival, faltava ainda a actuação dos IMPLORE, que já passaram em Portugal (no VAGOS METAL FEST). E na sala Kranhalle a banda alemã actuou de forma muito profissional, com um concerto de muita qualidade, dando ao público do melhor Death Metal/Grindcore que se está a fazer na Alemanha. A banda estava notoriamente feliz por estar presente neste festival, e agradecida ao público presente, pelo apoio que estavam a dar.
Analisando este festival, concluímos que não é o mais importante da Alemanha, mas que preza pela qualidade, e variedade de bandas e estilos. Os horários foram escrupulosamente cumpridos, e com duas salas disponíveis, o checksound das bandas pode ser bem controlado e organizado.
O público, Alemão na sua maioria, é muito respeitoso, e a organização sempre simpática e presente. O bar fica entre as duas salas, o que permite o público fluir de um sala para a outra, e “sacar umas bejecas” de forma rápida. As salas não são muito grandes, sendo o Hansa39 maior que o kranhalle. A sala Hansa 39 tem um pequena bancada na lateral ao lado do palco. Em termos sonoros, a sala Kranhalle tem uma melhor sonorização. O beer garden fora das salas é óptimo para beber umas cervejas, apanhar ar puro, podendo usufruir do mal que faz um cigarro, pois é extremamente proibido fumar nas salas, e esta regra é cumprida de forma rigorosa.
Os aspectos menos positivos deste festival, foram o facto de o som na sala Hansa39 estar demasiado elevado, onde ficámos várias vezes a ouvir a banda “zumbidos”. A organização calculou mal a quantidade da comida disponível para venda, no entanto rapidamente resolveram este problema. Para os fotógrafos, estas salas são um óptimo teste à habilidade e capacidade do artista da imagem. São salas com muito pouca luz, e onde tentámos fazer o nosso melhor. Pela reacção das bandas, à nossa reportagem fotográfica, parece que até foi um verdadeiro sucesso. Fomos já brindados com comentários por parte das bandas, nas redes sociais, ao resultado fotográfico que Helder Martins conseguiu obter.
Iremos certamente voltar a este espaço, para a cobertura de outro evento, a divulgar brevemente.