UGLY KID JOE dão concerto memorável em Águeda (Portugal)

A GuitarScream esteve presente neste concerto, em Águeda, ontem (14 de Julho) e foi surpreendida por um magnifico concerto desta banda, que marcou os anos 90. Os UGLY KID JOE apresentaram-se em palco, com muita energia, e brindaram o público com quase todos os clássicos, tais como: “Neighbor”, “Cats in the Cradle”, “So Damn cool”, e “Everything about you”.

Prestaram ainda uma homenagem aos Motorhead, quando tocaram “Ace of Spades”.

Em relação ao público, o concerto foi integrado no evento Agitágueda 2017, que decorre na cidade de Águeda durante todo o mês de Julho. O cartaz é recheado com artistas nacionais, e internacionais, de cariz mais comercial. A presença dos UGLY KID JOE foi um surpresa, e talvez um risco que esta organização tivesse a correr.

 

 

No entanto, a GS confirmou que estavam milhares de metaleiros vindos de todo o País para assistir a este concerto, onde o vocalista whitfield crane supreendeu pela sua relação com o público. Whitfield crane apresentou-se como um verdadeiro monstro dos palcos, onde conseguiu cativar os metaleiros, e o restante público. Foram várias vezes, onde o vocalista da banda realça a reacção das várias crianças presentes no recinto, e pelo entusiasmo que mostraram em toda aquela acção que se passava no palco.

 

O público por sua vez participou de forma entusiasta, participando em delirio, aos sons que saiam daquele palco. Este público presente, levou mesmo o Whitfield crane a afirmar que adora atuar em Portugal, e que realmente o público português é dos melhores do mundo. 

 

A GS assistiu, sem qualquer dúvida, a uma boa aposta da organização do Agitágueda, e pensamos que poderão repetir em futuras edições, havendo um dia dedicado aos sons, um pouco mais pesados. Pois em termos de público, irá conseguir chegar qualquer parte do país. Assistimos ainda, a uma atuação de uma banda madura, de execução requintada, e com um vocalista, que apesar dos anos que passaram, melhorou de forma significativa a sua presença em palco, fazendo dele um verdadeiro “senhor dos palcos”.

A GS apenas afirma que quem não esteve presente, perdeu um grande concerto, que serviu a muitos dos presentes reviver a sua adolescência.

 

Deixe uma resposta